Artigos

Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

Dedos menores

Os dedos menores do pé, também conhecidos como dedos do pé secundários, desempenham um papel importante na estabilidade e na distribuição do peso durante a locomoção. Eles ajudam a manter o equilíbrio e proporcionam suporte adicional ao caminhar, correr ou ficar de pé.

Esses dedos são frequentemente subestimados em relação ao seu papel na biomecânica do pé. No entanto, diversas condições podem afetar os dedos menores, levando a dor, desconforto e até deformidades.

Tendão de Aquiles

O Tendão de Aquiles é o maior e mais forte tendão do corpo humano, conectando os músculos da panturrilha ao osso do calcanhar. Ele desempenha um papel crucial na locomoção, permitindo correr, saltar e caminhar. Lesões no tendão de Aquiles podem variar de inflamações leves a rupturas graves, afetando significativamente a mobilidade. O tratamento depende da gravidade da lesão e pode incluir repouso, fisioterapia, órteses ou cirurgia.

Tendões

Além do tendão de Aquiles, o pé e o tornozelo são sustentados por vários outros tendões importantes, como o tibial posterior, o tibial anterior, o peroneal e os flexores dos dedos. Esses tendões auxiliam na estabilidade, movimento e suporte do arco do pé. Lesões nesses tendões podem levar a condições como tendinite, rupturas e disfunções, requerendo tratamentos específicos, como fisioterapia, uso de órteses ou intervenções cirúrgicas.

Pé Infantil

O pé infantil passa por diversas fases de desenvolvimento desde o nascimento até a adolescência. Problemas comuns incluem pé torto congênito, pé plano e marcha em pontas de pé. É importante monitorar o desenvolvimento dos pés das crianças e procurar avaliação médica se houver preocupações, pois muitas condições podem ser corrigidas ou melhoradas com tratamento precoce, incluindo fisioterapia, uso de órteses ou, em alguns casos, cirurgia.

Pé plano

O pé plano é caracterizado pela perda ou diminuição do arco plantar, levando a um contato total ou quase total da planta do pé com o solo. Pode ser assintomático ou causar dor e desconforto, especialmente após períodos prolongados de pé ou atividade física. O tratamento pode incluir exercícios de fortalecimento, uso de palmilhas ou órteses, e em casos mais graves, cirurgia para correção do arco.

Antepé (frente do pé)

O antepé, ou frente do pé, é uma região que inclui os ossos metatarsais, as falanges dos dedos e as articulações associadas. Condições comuns que afetam o antepé incluem metatarsalgia, neuroma de Morton, joanetes e dedos em martelo. O tratamento varia conforme a condição e pode envolver medidas conservadoras como calçados apropriados e órteses, ou procedimentos cirúrgicos para correções mais significativas.

Instabilidade do tornozelo

A instabilidade do tornozelo é uma condição caracterizada pela tendência recorrente do tornozelo de "virar" ou entorse, muitas vezes resultante de lesões ligamentares anteriores. Isso pode levar a dor crônica, inchaço e limitação do movimento. O tratamento geralmente envolve exercícios de fortalecimento e propriocepção, uso de órteses de tornozelo e, em casos graves, cirurgia para reparar ou reforçar os ligamentos danificados.

Calçados e órteses

Calçados e órteses proporcionam suporte, estabilidade e alívio de diversas condições. A escolha do calçado adequado é essencial para prevenir problemas nos pés, enquanto as órteses personalizadas podem ser usadas para corrigir desalinhamentos, distribuir a pressão e aliviar a dor em condições específicas. É importante consultar um profissional para obter orientações adequadas sobre calçados e órteses.

Traumatologia

A traumatologia é o ramo da medicina que lida com o tratamento de lesões e traumas do sistema músculo-esquelético. No contexto dos pés e tornozelos, isso inclui fraturas, entorses, contusões e lesões de tendões e ligamentos. O tratamento pode variar de imobilização e fisioterapia a intervenções cirúrgicas, dependendo da gravidade e natureza da lesão.

Ortopedia

A ortopedia é a especialidade médica dedicada ao diagnóstico, tratamento, reabilitação e prevenção de doenças e lesões do sistema musculoesquelético, que inclui ossos, articulações, ligamentos, tendões e músculos. Como ortopedista, o Dr. Rodrigo Macedo está capacitado para tratar uma ampla gama de condições, desde fraturas e lesões esportivas até deformidades congênitas e degenerativas, utilizando uma combinação de métodos não cirúrgicos e cirúrgicos para restaurar a função e melhorar a qualidade de vida dos seus pacientes.

Outros

Além das condições específicas mencionadas, existem diversas outras questões que podem afetar a saúde dos pés e tornozelos. Isso inclui infecções fúngicas, verrugas plantares, pé diabético, artrite e problemas circulatórios. Cada uma dessas condições requer uma abordagem de tratamento específica, que pode variar desde medidas de autocuidado e medicação até procedimentos cirúrgicos, dependendo da gravidade e do impacto na qualidade de vida do paciente.