Lesão dos Tendões Fibulares | Dr. Rodrigo Macedo

A lesão dos tendões fibulares (Tendinite dos Fibulares) geralmente está relacionada à processos inflamatórios ou degenerativos, que podem ser agudos ou crônicos. Existem dois tendões fibulares, o curto, que se insere na base do quinto metatarsal e o longo, que se insere plantar ao primeiro metatarsal, e ambos podem apresentar sintomas dolorosos. A tendinite dos fibulares é uma das principais caudas de tendinite no tornozelo e pé.

Lesão dos Tendões Fibulares | Dr. Rodrigo Macedo

Imagem demonstrando os tendões fibulares longo e curto.

As lesões normalmente são divididas em:

  • Inflamatórias (Tenossinovite)
  • Lesão parcial
  • Rotura total

As alterações inflamatórias, ou tenossinovites, podem decorrer a partir de doenças sistêmicas, como artrite reumatoide, por exemplo. Mas, geralmente estão associadas a alterações anatômicas locais, traumas de repetição ou torções do tornozelo.

Já as roturas, parciais ou totais, ocorrem na persistência da infamação ou em um trauma mais vigoroso, no casos das lesões agudas.

Embora as atividades físicas, principalmente aquelas que exigem mudanças de direção constante, pulos e impacto sejam os principais causadores desse tipo de lesão, o uso de calçados com saltos ou que comprimam a região devem ser avaliados.

O que são alterações anatômicas locais?

Existem dois tipos de alterações anatômicas principais. As relacionadas ao formato das estruturas, e nesse caso uma grande tuberosidade peroneira ou tubérculo dos fibulares (proeminência óssea no calcâneo, na qual os tendões atritam) pode ser um fator de desgaste para essas estruturas.

O outro tipo de alteração anatômica está relacionado a presença de estruturas acessórias, que não estão presentes na maioria dos indivíduos, como o os fibulare (osso acessório que fica dentro do tendão) ou tendão fibular quarto.

Lesão dos Tendões Fibulares | Dr. Rodrigo Macedo

Imagem demonstrando a esquerda, pelas setas pretas, um tendão fibular quarto. A direita,, em torno do circulo, um osso fibular acessório.

Quais são os sintomas da Tendinite dos Fibulares?

Os principais sintomas estão relacionados e dor aos movimentos e à palpação local e o inchaço, sendo uma causa importante de dor no tornozelo e pé.

Eles podem variar de leves, quando ocorrem apenas durante a prática de alguma atividade física, até intensos, quando impossibilitam o apoio do pé no solo. A dor normalmente fica localizada na face lateral do tornozelo, no trajeto dos tendões.

Lesão dos Tendões Fibulares | Dr. Rodrigo Macedo

Foto clínica demonstrando o edema (inchaço) local e o trajeto doloroso, correspondente ao dos tendões, representados pelos traços em vermelho.

O que devo fazer?

Na maior parte das vezes, as tendinites apresentam rápida melhora dos sintomas através do repouso, imobilização, gelo, anti-inflamatórios e suspensão do agente causal, que pode ser um calçado ou uma atividade física específica.

A fisioterapia pode ser indicada, em alguns casos, para a reabilitação do paciente, com o intuito de evitar novos episódios e melhorar o gesto esportivo que pode ter sido a origem da lesão. No entanto devemos estar atentos, pois outras patologias , com a trombose venosa e lesões neurológicas podem simular os sintomas da tendinite dos fibulares.

A confirmação diagnóstica vem através de um exame físico minucioso associado a exames de imagem, tais como a ressonância magnética (padrão ouro para avaliar os tendões), raios x e a ultrassonografia do tornozelo para avaliar instabilidades locais e lesões associadas.

Quando uma Tendinite dos Fibulares precisa de cirurgia?

Quando o paciente não apresentou melhoras com as medidas conservadoras, pode ser necessário o tratamento cirúrgico. Que deve ir além do reparo exclusivo dos tendões, buscando sempre observar se existem outros fatores associados que possam ser corrigidos para prevenir novas lesões. Entre esses fatores estão:

  • Os fibulare
  • Fibular quarto
  • Tuberosidade peroneira alongada
  • Retropé varo
  • Instabilidade ligamentar do tornozelo
  • Instabilidade dos tendões fibulares

Todos esses fatores devem ser cuidadosamente analisados no intuito de proporcionar um tratamento ótimo ao indivíduo com lesão dos tendões fibulares.


Se você apresenta sintomas de lesão nos tendões fibulares, procure o seu especialista de tornozelo e pé de confiança, ele pode te ajudar no diagnóstico e tratamento.


Referências:
orthoinfo.org
Rev Bras Ortop. 2000;35 (1/2)


FAQ

O que quer dizer tenossinovite dos fibulares?

A tenossinovite é o processo inflamatório que atinge os tendões e a sinóvia, tecido que o envolve, reduzindo o atrito e aumentando a sua capacidade de deslizamento. Esse processo inflamatório costuma ser doloroso e as vezes incapacitante.

Como tratar tendinite dos fibulares?

O tratamento inicial consiste em identificar os fatores causais e os remover, seguido de: gelo, repouso, imobilização e analgésicos ou antiinflamatórios. Quando existe uma lesão extensa oi refratária a essa modalidade, o tratamento cirúrgico pode estar indicado.

Onde fica o tendão fibular?

São 2 os principais tendões fibulares: o longo e curto. Ambos ficam na região lateral, parte de fora, do tornozelo, posterior ao osso da fíbula. Anatomicamente o fibular curto está localizado anteriormente ao fibular longo.

WhatsApp