Dedos em Garra
maio 14, 2020
Fratura da Base do 5o Metatarsal
maio 21, 2020

Artrose do Tornozelo

A artrose (desgaste da articulação) do tornozelo é um problema bastante comum na população, principalmente entre indivíduos jovens, levando a um grande impacto na qualidade de vida além de repercussões sócio econômicas.

A causa mais comum é a pós traumática, ou seja, após uma fratura nessa região, tendo sido ela operada ou não. Entretanto, instabilidade crônica do tornozelo e doenças como artrite reumatoide, também estão entre as causas prevalentes. A sua presença leva a um quadro doloroso, com limitação progressiva das atividades, podendo evoluir para restrição dos movimentos e até mesmo dor no repouso.

O objetivo principal do tratamento é eliminar a dor, mantendo a qualidade de vida do indivíduo. Dessa forma, ele deve ser estagiado de acordo com o grau de evolução do desgaste articular, a etiologia, o local, doenças associadas, a qualidade óssea, o alinhamento de todo o membro inferior, a estabilidade ligamentar e a idade.

Dentre as possíveis modalidades de tratamento encontram-se as terapias não cirúrgicas, reservadas para casos muito específicos, que pode incluir desde fisioterapia e ajuste de calçados até infiltrações articulares. Entre as opções de tratamento cirúrgico, encontram-se as cirurgias de preservação articular (Foto 1), as cirurgias de substituição articular (Foto 2) e as artrodeses (Foto 3), tendo cada um dos procedimentos indicações precisas, e apresentam vantagens e desvantagens em relação uns aos outros.

O médico deve explicar e apresentar ao paciente todas as possibilidades, e juntos, devem optar pelo melhor caminho para cada caso especificamente.

WhatsApp